Paradigma é um modelo científico ou filosófico tido como certo em determinada época, até tornar-se superado em parte ou no todo, por um novo modelo. É uma forma específica de enxergar algo.

Para uma verdadeira compreensão dos processos de desequilíbrio emocional e mental, é necessário um melhor entendimento da realidade em si, é preciso ir além do paradigma limitado da medicina ocidental, adotada pela Psiquiatria moderna, adotando um paradigma que realmente seja capaz de conhecer a mente e seus mecanismos de funcionamento, conforme definição da própria Psicologia.

A transdisciplinaridade é uma abordagem científica que visa a unidade do conhecimento. Desta forma, procura estimular uma nova compreensão da realidade articulando elementos que passam entre, além e através das disciplinas, numa busca de compreensão da complexidade do mundo real.

Através da transdisciplinaridade, este blog considera a Consciência humana de modo abrangente e integral, incluindo as complexidades de cada veículo de manifestação, as múltiplas dimensões extrafísicas, a troca energética entre Consciências e a sobrevivência da personalidade após a desativação do corpo físico, através de uma associação de conhecimentos e/ou técnicas milenares ou contemporâneas, que embora vinculadas a diferentes filosofias e instituições, compartilham das mesmas ideias básicas, como por exemplo:

  • Filosofias orientais como o Budismo, Taoísmo e Ioga;
  • Técnicas orientais medicinais como a Acupuntura e o Reiki;
  • Instituições de ensino e pesquisa espiritualistas contemporâneas como a Conscienciologia (IIPC), IAC (International academy of consciousness), IIPP (Instituto Internacional de Pesquisas Psíquicas), IPPB (Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas), (OIC Organização Internacional de Consciencioterapia);
  • Técnicas energéticas contemporâneas como o a Movimentação básica de energias (MBE / OLVE) no intuito de alcancar o Estado Vibracional (EV)
  • Técnicas conscienciais contemporâneas como a Apometria e TVP;
  • Filosofias espiritualistas como o Espiritismo;

Este modelo busca compreender então a realidade em um patamar mais amplo, através das filosofias, instituições, religiões e técnicas, levando em consideração o conhecimento que cada uma delas possui, mas sem estar restrito a nenhuma delas, adotando o paradigma da Transdisciplinaridade Consciencial.